Viver@UK

O Cartas de Londres dá hoje um pequeno passo numa nova viagem. Para além dos sentimentos fortes sobre a experiências vividas e a situação em Portugal, muitas das Cartas publicadas neste blog contêm dicas relevantes para os que procuram melhorar a vida nestas paragens. Essas ajudas preciosas correm o risco de se perderem no caudal da escritas.
Vamos começar a sistematizar essa informação na nova página viver@uk.É um trabalho para durar. Como todas as longas viagens, começa com o primeiro passo. Há muita informação que ainda não foi transcrita, o aspecto gráfico tem nitidamente de ser melhorado. Ajudem-nos a dar mais passos, e a ajudar os portugueses que chegam a este país. Dêem as vossas dicas, as vossas ajudas, através dos comentários ou
enviando-os para cartasdelondres@gmail.com.

Os primeiros passos

Para quem não conhece o Reino Unido, ou apenas veio cá de férias, há muitas dúvidas legítimas sobre o que fazer quando se toma a decisão de ir viver no Reino Unido. Quais são os primeiros passos a dar? Por onde começar?

As portas estão abertas

Ao contrário de muitos outros, os Portugueses começam com uma vantagem: tal como os outros habitantes da União Europeia, têm automaticamente direito de viver e trabalhar cá, não precisando de vistos nem de autorização. Portanto, o primeiro passo é agarrarem no computador e começarem logo á procura de emprego nos ínumeros sites
(ver mais abaixo). Podem fazê-lo a partir de Portugal, pois as primeiras entrevistas costumam ser telefónicas.

Preparação e especialização

Há muitos empregos no Reino Unido. A especialização é muito maior que em Portugal. Um bom currículo direccionado para uma área específica, ajuda muito. Ou vários, cada um dirigido para a sua área. Pretender que são bons em tudo aqui não funciona, dizer que fazem qualquer trabalho é o mesmo que dizer que não bons em nada. Vejam os sites de emprego e descubram aquilo em que são melhores.

Documentos

No Reino Unido não há documento de identificação oficial, mas aos estrangeiros é comum pedirem o passaporte. Se só tiverem o Cartão de Cidadão não ficam excluídos de nada, mas ter o Passaporte simplifica muito, é um documento que os britânicos conhecem.
O outro documento necessário é o National Insurance Number, que serve simultaneamente de Número de Segurança Social e de Número de Identificação Fiscal.
Mas só é realmente pedido quando se arranja emprego, portanto não se procupem muito. A página“National Insurance” explica como obter o national Insurance Number. O processo passa pela marcação de uma entrevista, e é necessário dar uma morada no Reino Unido.

A primeira morada, o comprovativo de morada, e a conta bancária

A procura de emprego funciona muito melhor se tiverem uma morada e um telefone britãnicos no CV. Peçam a um amigo para usarem a morada deles e lhe enviar um cartão para o telefone. Há uns gratuitos que se carregam pela internet.
O comprovativo de morada é usualmente pedido quando normalmente o primeiro obstáculo. Como o obter se ainda estão em Portugal, ou se estão já cá mas em casa de amigos, ou num quarto alugado, sem contas de electricidade nem de água?
O mais fácil é começar com abrir uma conta num banco britânico, dando a morada da vossa casa ou quarto por cá, ou do dito amigo. A documentação é enviada para a morada que derem, e pronto, com a aconta aberta já têm um comprovativo de morada.
Há vários graus de complicações no processo de abertura. O LloydsTSB costuma ser razoavelmente simples.

Trabalhar@UK

Algumas das cartas aqui publicadas têm boas dicas. Por exemplo, leiam o
testemunho de um enfermeiro e de um professor,
que criaram sites específicos para ajuda aos seus colegas:
Enfermeiro UK
Dar aulas em Inglaterra

Empregos – sites

Em Inglaterra é mais fácil encontrar emprego pela Internet. Os sites generalistas mais conhecidos são o Monster e o Reed. Mas é mais produtivo utilizar os Sites de Emprego especializados:

Accounting
and Finance
Executives Media
– Music, Broadcast and
Publishing
Admin/Office Generic Nursing
and Care
Airlines
and Airport
Human
Resources
Performing Arts
Charities Information
Technology
Psychology
Customer
Service and
Call Centres
Language
Jobs
Public
Relations /
Communication
Education
and Teaching
Logistics Students
Engineering Marketing

Empregos – currículos

Em relação aos currículums, o Europass não tem muita aceitação por cá.
Os currículos devem ter no máximo 2 páginas (excluindo-se os portfolios artísticos), e devem evidenciar exemplos de projectos com sucesso.
Listar funções apenas não ajuda. Por exemplo, “consegui vender um projecto de 500.00 euros” e não apenas “fui vendedor na empresa X”, que não demonstra se o candidato foi um bom ou mau vendedor.
Não se deve incluir fotografias nem a idade – os britânicos levam muito a sério acusações de descriminação no trabalho.
A página http://career-advice.monster.co.uk contém boas dicas sobre como escrever currículos, cartas introdutórias (“cover letters”), e sobre entrevistas.Como já dissemos na secção “Os primeiros passos”, ajuda se derem uma
morada e um telefone britãnicos.

Quanto vou pagar de impostos?

ão vão ficar muito surpreendidos nem tristes em saber que os impostos
são mais baixos no Reino Unido do que em Portugal, por não? Um bom sítio para terem ideia do que irão pagar é o site UK Tax Calculator, quem tem um bom simulador.
Já existe também um site muito fácil de usar, o Simple Tax, que ajuda no preenchimento das declarações de impostos. Foi criado pelos mesmos portugueses que criaram o Modelo3 em Portugal.

Custo de vida

De acordo com o site Numbeo o custo de vida no Reino Unido é 37.91 % mais alto do que em Portugal, mas em compensação o poder de compra é 65.11% mais alto – ou seja, do ponto de vista estritamente financeiro ficamos melhor aqui nas
ilhas. Algumas comparações:
Domestic Beer (0.5 liter draught) – 1.50 € (PT) – 3.50 € (UK) +133.53 %
Basic (Electricity, Heating, Water, Garbage) for 85m2 Apartment – 85.00
€ (PT)- 163.47 € (UK) +92.32 %
O Numbeo funciona com informações das pessoas que usam os site, portanto contribuam para corrigir quaisquer valores que achem que não estejam correctos.

Desemprego e abonos (benefits)

O estado britãnico é particularmente generoso para com os desempregados. Quem estiver realmente aflito não precisa de muitos requisitos para a inscrição num Job Centre e pedir vários subsídios:
Subsídio de desemprego (Jobseeker’s Allowance)
Subsídio de alojamento (Housing Benefit)
Abono de família (Child Benefit)
A página Benefits Advisor inclui um simulador que permite calcular aquilo a que se tem direito, e fazer o pedido imediato dos subsídios

Morar@UK

Onde morar – Quartos em Londres

As casas em Londres são caras. Por isso há muitos a procurar quartos, que mesmo assim podem facilmente ultrapassar as 500 libras por mês.Para se encontrar quartos os site Into London e o Gumtree são um bom princípio.
Um site em português, é o Tou em Londres.
Outra maneira é contactar grupos de portugueses na Internet, onde há sempre muita gente a anunciar entradas e saídas de quartos. Se tiveram lá alguém conhecido, aqui ficam dois:
Faina Londrina
Amigunhos do Boris

Onde morar – Casas em Londres

Há vários sítios bons para procurar casas, como o Rightmove, o Zoopla, e o Gumtree.
Os preços variam bastante com as zonas. O site da Net Lettings inclui uma mapa com um código de cores que dá uma excelente ideia dos preços de aluguer nas várias zonas de Londres:
netlettings1netlettings2

Ter em conta o preço dos transportes

Os transportes no Reino Unido são muito caros. Por exemplo, o passe mais barato em Londres custa 116,80 Libras por mês, e é válido para as zonas 1 e 2 de Londres. O passe para a zona 6, normalmente o limite do metro, custa 213.60 Libras. O da zona 9, que já apanha as casas mais baratas onde já só há comboio, custa 304,90 libras por mês. Tenham isso em conta na procura da casa/quarto.

Outras despesas – Council tax

Para além das habituais contas de electricidade, água e gás, há uma despesa adicional, o Council Tax. É um imposto municpal pago por todos os habitantes desse munícipio – “Council” em unglês. Depende dos municípios e do tamanho das casas. É normal que seja 100 libras por quarto por mês (ex: 200 libras por mês para uma casa com dois quartos)

Alojamento – conselhos

O site Advice Guide contém alguns conselhos sobre o aluguer de casas.
Como diz o Ricardo Santos, convém ter alguns cuidados. Se parece ser muito bom para ser verdade tipo um quarto na zona 1 em Londres por £50 por semana, é porque realmente não é verdade.Outra coisa é não transferir dinheiro para ninguém sem ver a propriedade seja la qual for a desculpa, e pedir sempre recibos

18 thoughts on “Viver@UK”

  1. que post extremamente informativo, parabens 🙂

  2. Cecilia Campos said:

    Muito bom memso

  3. daniela said:

    Ola… achei o site interessante mas no entanto tenho algumas perguntas. Sou professora de música e estou em portugal, desempregada. tenho tentado arranjar em emprego no uk mas visto não ter uma morada inglesa ainda não obtive respostas. podem me ajudar???

  4. Parabéns pelo blog. Estou a pensar mudar-me para UK e já me ajudaram. Podem fazer a diferença! keep going, obrigada!

  5. Muito boa informacao..para os que pensem que e tudo barato ca e caiem em ratoeiras

  6. paula rodrigues said:

    Ola boa tarde gostei muito do vosso site muito bom e bastante útil.eu estou em uk há 1 mês e meio e fiquei surpreendida com os preços dos alimentos em que alguns são realmente mais baratos que em portugal,mas claro que temos de saber comprar eu vou ao Tesco têm uma grande variedade de produtos e que são muito bons,quando vim para cá e vim sozinha tinha idéia que os ingleses eram pessoas rudes mas não ,apenas temos de ser educados e eles só não ajudam se não puderem ( comigo têm sido assim).as viagens de férias a portugal são muito baratas eu fui este mês e paguei de bilhete de avião ida e volta 31 libras.bem espero ter ajudado em algo.Eu sou care assistente e vivo em Saffron Walden

  7. Boa tarde,

    Achei este sítio uma boa fonte de informação, simples e clara!!Porém, no meu caso específico, tenho uma dúvida, qual o nível de inglês que os empregadores mais procuram no caso do ensino.
    Eu leio e percebo bem inglês, mas a minha produção oral tem de ser trabalhada. Sabem qual a melhor opção para desenvolver a minha produção oral inglesa?

    Obrigada.

    Sílvia.

    • olá
      Para o caso do ensino o nível de inglês falado tem de ser bom. Há cursos intensivos de inglês falado, quer em Inglaterra quer em Portugal, que deverão ser necessários. Posso tentar ver se há recomendações

  8. Hugo Peixoto said:

    Bom dia, estou nos reino unido á 2 dias e estava desempregado em portugal, vim para ca pq soube que dava para trazer o subcidio de desemprego para ca apenas tinha de me inscrever no Jobcenter e apresentar o documento U2 pedido em portugal.
    Fui ao jobcenter e expliquei o que pretendia e la disseram-me que tinha de me inscrever online, assim o fiz mas deparei-me com algo que nao sabia, para me inscrever preciso do insurance number que nao tenho pq ninguem me avisou em portugal.
    Que devo faze agora visto que tenho 7 dias para fazer o processo.
    Aguardo resposta, obrigado
    Hugo Peixoto

  9. Muito interessante as dicas sobre a cidade de Londres !

  10. Ana FERREIRA said:

    ola bom dia.O meu nome e ANA será que me podem ajudar? O meu companheiro veio para o Reino Unido em Setembro de 2015 já se encontra a trabalhar. Em Dezembro decidimos vir eu e os nossos 2 filhos ele arranjou uma casa as crianças já estão escritas na escola tentamos tratar dos documentos necessários o problema e eu não percebo nada de Inglês, a profissão dele e motorista de pesados e o tempo em casa e muito pouco. como pode ele alterar a morada no insurance number? E como posso eu fazer para tirar o insurance number se tenho que ligar para marcar e nao sei falar ingles? um muito obrigado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s